sábado, 21 de maio de 2011

CDs, DVDs e Cia Ltda. ? ... ? ... ? ...

A venda de CDs, DVDs e cia...em sessões
de lojas de departamento, é a realidade da distribuição
do produto no mercado consumidor, e é quase impossível avistar
uma loja independente neste ramo... Aliás,
no meu bairro tem ainda uma daquelas lojas que só vende
esses produtos... Sim, uma loja que só trabalha com CDs, DVDs
Apesar de não ir muito lá, eu tenho muito orgulho de ter
essa loja no meu bairro...E há muito tempo tem essa loja aqui!
Para mim, já é patrimônio do Bairro e... com muita honra!!!
Quando fui assistir o documentário que abordava o fechamento
das lojas independentes de discos, achei muito interessante
considerar o porquê de tudo isso, que por sinal, foi muito bem
apresentado no documentário!
E volto a dizer: Orgulho-me muito da loja de "disco" independente
que tem no meu bairro!
E.. aproveito para dizer também que eu amo o meu bairro!
Amo muito muito muito muito o meu bairro ! De coração !

Ah... O nome do documentário que fui assistir e comentei aqui é:
"I need that record! The death (or possible survival) of the
independent record store"

Deixo aqui, no blog, o resumo, extraído do folder da Mostra de
Cinema Mundial, realizada pelo Centro Cultural Banco do Brasil,
apresentando o programa Música do Underground, integrante da
programação do Indie.10:

"Um documentário que examina porque mais de 3 mil
lojas independentes
de discos fecharam nos EUA, na última década.
Gravadoras gananciosas, consolidação da mídia,
rádio homogeneizado,
grandes lojas, comércio eletrônico,
'astros' ruins impulsionados
pelo grande capital, e a revolução digital,
todos representam
ameaças ao bem-estar de nossas lojas
de discos preferidas.
Essas lojas vão morrer?
Sobreviverão?"

O documentário é super bem dirigido por Brendan Toller,
que também assina a edição e a fotografia.
É ótimo o documentário!
O 'cara' é o máximo! Ele estudou cinema não ficcional, que eu
considero muito interessante como fonte de criação
para cinema; e teoria política e jornalismo.

Este diretor é muito interessante porque ao ler sobre ele,
muito me chamou a atenção esta citação: "Brendan Toller
é de Portland, nos EUA, onde a música rock e o cinema
o salvaram do tédio suburbano extremo."

Considerei ser ele uma pessoa muito especial!!!

Ah! O site www.indiefestival.com.br é muito legal!
Para quem quiser conferir... é muito bom!
Afinal ser INDIE é ser INDIE!
Totalmente INDIE!
E...VIVA o Cinema Independente!
Assim como INDIE ser...
traz um estilo todo próprio de
ver as coisas!

Gosto de escrever sobre esses temas porque são
temas que viabilizam a construção de valores estéticos
diferentes em detrimento ao que se convenciona ser...
por ser...
com pretensões tão banais...
Aprecio iniciativas com uma perspectiva
mais independente
e sem comprometimento com padrões,
pois nos capacita a fazer
nossas prórias escolhas!

Tchau!
Tudo de bom para você!
Lógico...eu...Erica
A única,
soberana,
sem jamais haver outra igual!
Rica em honras, segundo o norueguês arcaico
e sempre poderosa, segundo o germânico moderno!
Aliás, meu nome, realmente, só poderia ter
esse significado!
Ah!Ah!Ah!
Muita bobeira de uma vez só!
Mas vale a pena ter bom humor!
Ah!Ah!Ah!
Tchau!!!

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Filosofias Populares

Gosto muito de ouvir as músicas que refletem o "estar" afetivo, principalmente, da ala que compõe o universo masculino.
Essas músicas... são aquelas que chamam de "pagode";
tem umas extremamente lindas...que me antenam às "conversinhas" e "enrolações" dos homens,e me ajudam a aprender
mais sobre suas estratégias.
Acho interessante essas técnicas, apesar de saber que
nunca serei assim uma
"expert" para entendê-las totalmente. Mas acho muito legal
o jogo de conquista e sedução! Toda mulher realmente adora isso...
Só não pode ser cafageste!
Tais músicas fazem um raio x do que imagino ser o que o homem
"imagina".
Caramba! Nem eu agora...imaginei mais nada...
Ah!Ah!Ah!
É melhor nem imaginar...

Bem...Voltando à radiografia, eu considero que pra gente,
ainda que não "curta" muito as músicas de pagode;
nós, mulheres acabamos por ter uma "aula" de..."como os homens pensam,
imaginam, consideram..." sei lá... todo esse jogo...quando a gente
escuta essas "músicas"!
Aliás, aquelas do Alexandre Pires são lindas, mesmo!
Gosto do arranjo, das melodias, da rítmica orientada pelo estilo...
e sem dúvida, umas são muito fiéis ao comportamento afetivo do homem
em relação a uma mulher em determinadas situações.
Como eu costumo dizer: Tudo é muito lindo...!
E.. que façam mais músicas de pagode assim !
Mais conteúdo para aprender!
Ótimas filosofias populares!
Tchau!
Tudo de bom!
Erica

domingo, 15 de maio de 2011

Recadinho...

Quero deixar um recadinho para quem quiser...
Visitar o site que freqüento: www.recantodasletras.uol.com.br/autores/ericavoice
Neste site estão as minhas poesias,
alguns áudios com canções
que eu interpreto e algumas originais
... que eu ainda vou colocar,
e algumas poesias recitadas também
Quem quiser conferir, este site é muito legal!
Tchau!!!
Tudo de bom para você!
Lógico...eu...Erica
Ah! Ah! Ah!
Tchau

Tenho saudade...

Tenho saudade de tudo que me faz sorrir...
Quero viver essa saudade todo dia...
Viver do que saudade senti...
Sentir para ter saudade...e voltar a sorrir !

Ah!!! Essa saudade...que me faz viver...

Saudade que me saúde todo dia!

Erica

domingo, 8 de maio de 2011

Feliz Dia das Mães para todas as Mães do mundo inteiro !!!

Feliz dia das Mães para todas as mães do mundo inteiro!
Ser mãe é realmente muito lindo! É algo tão lindo...que é realmente sem palavras!
Somente as mães sabem o que é ser mãe!
E cada mãe sabe ser mãe do seu filho !
Não haveria outra mãe para outro filho, nem outro filho para outra mãe !
É lindo !!! É uma experiência única !!!
Que Deus nos abençoe sempre !
Ser mãe é simplesmente lindo !!!

Com carinho e amor no coração,
Erica

Estou muito feliz !!!

Estou muito feliz mesmo! Fui ao Barril para dançar! Fui com minhas amigas e sinceramente adorei!
Eu amo dançar! E dessa vez a gente também ficou perto da caixa de som e assim eu posso realmente
"sentir" a música ! Toda vez que vou dançar, se possível, fico perto da caixa de som; quanto mais alto o
som, melhor! Nossa! Adoro dançar!
Se pudesse, levaria minha vida só cantando, dançando e escrevendo,
compondo e seria assim...feliz, alegre pelo mundo afora! Alguém me compreende "meu ser" ? Talvez um dia vocês ainda me vejam cantando nos barzinhos da vida! Às vezes acho que não dá mesmo pra fugir do destino, mas também não sei de nada!!! Ah! Ah! Ah!
 Esse meu jeito de ter que sempre estar com os pés no chão muitas vezes não me permite sonhar, e sinceramente não tenho nenhuma ilusão nessa vida com nada!
Se pelo menos, a Arte desse dinheiro nesse país " Brasilsilsilsilsilsilsil!!!!! não consideraria isso tão fruto de ima idéia imatura ou irresponsável! É isso que eu acabo achando... Às vezes acho que levo tudo muito à sério...mas no final das contas a vida é séria mesmo, e não dá pra brasileiro ficar sonhando ridiculamente...
Ninguém aqui faz muita coisa pela Arte, pela Cultura, e no final das contas , pessoas asssim como eu,que
sei lá, nasceram com essas "vontades" de cantar, dançar, escrever, compor é sempre visto como gente "destrambelhada" e assim...não dou "pérolas a porcos" eu sou muito mais eu, e se as pessoas não são assim
eu acho que é problema delas... e que se f...!
 Gente chata que é tudo careta  desprovida de evolução!
Mas o Brasil é um caso à parte! Não é culpa de nada !
Mas a vida é linda e maravilhosa!
Eu amo  a minha Coca-Cola!
Graças a Deus, eu não bebo! Vejo muita gente legal que fica idiota quando bebe ! E pra mim isso é sinal de pouca inteligência ! Eu não preciso de nada para ser quem sou, e muito menos para me sentir feliz, eu me domino e não tem nada que seja melhor do que eu para que eu seja eu mesma! Enfim, beber é coisa de mané! Caramba, cara! Que moral!!!! Enfim, preciso constantemente extravasar o" meu ser..." Já que, pra mim, as melhores coisa da vida, aqui neste planeta, são três: música, realmente a música aqui é algo muito bom mesmo; a Coca-Cola, que todo ser-humano realmente precisa...e não faz mal, é óbvio que tenha alcançado o mundo inteiro; e lógico, que seria o primeiro nessa seqüência, que é sexo; quando o ser-humano se relaciona sexualmente havendo afeto, amor, carinho, tesão... é realmente a melhor experiência humana; enfim, sou hetero e homem é a melhor coisa do mundo! Mas tem que ser bom.........em tudo! E educado, elegante, inteligente, trabalhador, honesto, responsável e bom caráter...Ah! Ah!Ah! Esse homem não existe! Eu estou satisfeita com o meu! Bem...Estou começando a falar besteira! Nessas horas é melhor parar!
Sou libriana com ascendente em capricórnio, e meu lado razão é muito forte!
 Cara, às vezes, não queria ser assim...eu analiso tudo, penso mil vezes antes de tomar  uma atitude, quando decido alguma coisa é fruto de inúmeras ponderações e costumo ser extremamente cuidadosa com tudo...para  não fazer m... por aí! Mas, estamos aí! Serei sempre eu mesma, porque nada é impossível, e às vezes, vou extravasar o "meu ser"...
Que legal! Escrever essas bobagens!!! mas, sinceramnete, se pudesse
viver da Arte, seria muito mais feliz!!!
Esta sou eu !  " E esta pessoa, esta pessoa...sou eu !!! Eu me amo, eu me adoro... eu não consigo viver sem mim!" Adoro a êxtase existencialista dessa música da Blitz ! 
Amo de coração as pessoas, mesmo sabendo que elas são complexas e extremamente complicadas no mundinho delas ! Cada um na verdade o é! Mas se cada um se preocupasse consigo mesmo e só lidasse com o seu semelhante se valendo de  atitudes que nomeiem o respeito, a bondade e a educação...esse mundo seria bem melhor! Ninguém precisaria sair por aí, amando e gostando muito um do outro, porque isso é realmente questão de afinidade...
mas sermos educados, respeitosos, termos atitudes de bondade e generosidade para com o nosso semelhante,
enfim sermos gentis uns com os outros, já ía dar uma melhorada nessa sociedade conemporânea, porque as pessoas, o ser-humano é bom, apenas precisa se organizar socialmente, educadamente...com princípios e valores éticos  mais elevados! Pra mim essa é a grande questão... E viva a vida! Cada um na sua!!! E todo mundo no mesmo barco!!!
Tchau!   Boa noite!!!   Sonharei com as estrelas brilhando!!! Pode parcer bobo...mas eu amo as estrelas!!!
Adoro ver o céu à noite e ver estrelas!!!Acho lindo!!!Lindo!!!
Experimente fazer isso também!!!
Com carinho e amor no coração, Erica

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Anotações sobre Fernando Pessoa - A Vivência do Tempo - A Realidade

Para Fernando Pessoa, a  realidade apresenta-se confinada ao presente.

A Realidade
A análise dos processos mentais e o léxico de conteúdo mais intelectual
do que atento às sensações, desenganam-nos quanto à natureza dessas vivências.

- Consciente/ Inconsciente
- Inteligência Lúcida

São características fortes na obra pessoana.

Na lucidez crítica de Caeiro, a inconsciência seria uma fuga.

Há na obra pessoana:

- Falta de temporalização futura
- Não há apropriação ao passado
- O presente é um abandono ao corpo e à natureza

A absorção do presente vem do desejo da inconsciência.
Nega-se o passado e o futuro.
Há a ilusão da eternidade presente.

No presente, confundem-se passado e futuro.
A matéria reduz-se ao presente.
A matéria é variável e mutável.
Mais uma vez, a recusa da temporalização.

Na obra pessoana há inteligência discursiva.

Para Caeiro, a realidade, a consciência pouco interessa. E a matéria permanece
e assim fica eternamente presente, como o Universo.

Na obra pessoana há o trinômio:
- poesia
- transgressão
- utopia

Pela angústia do tempo, o poeta procura penetrar na inteligência do mundo.
Há, sim, um matiz explicitamente filosófico.
O poeta, muitas vezes, pela inquietação substantiva, recorre à observação psicológica.
E, assim, revela-se um valor paradigmático.

Em seus textos, sem exaltações, nem reptos poéticos, a obra pessoana admite um tom eminentimente
intelectual nas composições.
Não há uma aceitação da temporalidade.
Expressando vagos sentimentos, seus textos, revelam uma perspicácia psicológica vibrátil.
Na obra pessoana observa-se uma consciência lúcida e inteligente.
Destacando-se como principal valor estilístico:
- expressão sutil
- abstrata
- perspicaz


Há também a determinação de se analisar. O desejo de compreender, esquadrinhar, de ver até o fundo.
E é justamente isso que motiva toda a composição pessoana.
E que resulta numa composição:
- serena
- compassada
- medida
- enformada

Por um raciocínio claro, onde as fórmulas abstratas predominam, caracterizando o tom intelectual.

Há a lucidez crítica sempre desperta:

- ironizando a propósito de tudo
- criando o ceticismo
- analisando constantemente

O processo psicológico descrito revela a inadaptação que coloca o sujeito à margem da vida:

" Como alguém distraído
  da viagem,
  Segui por dois caminhos
  par a par.

  Fui com o mundo  
  parte da paisagem;
  Comigo fui,
  sem ver
  nem recordar

  Chegado aqui,
  onde hoje estou
  conheço
  que sou diverso
  no que informe estou

  No meu próprio
  caminho me atravesso
  Não conheço quem fui
  no que hoje sou

  Serei eu
  porque nada
  é impossível
 
  Vários trazidos de outros
  mundos, e

  No mesmo ponto
  espaço/espacial/sensível

  Que sou eu,
  sendo eu
  por estar aqui ?

  Serei eu,
  porque todo
  o pensamento
  podendo conceber
  bem pode ser,
  um dilatado e múrmuro
  momento,
  De tempos-seres
  De quem sou o viver? "


A compreensão da vivência do Tempo
em Fernando Pessoa, exprime a vida falhada.

Na obra pessoana nota-se um intelectualismo que revela
a capacidade de síntese.

Anotações sobre Fernando Pessoa - A Vivência do Tempo - O Anterior, Eternidade do Passado

Supõe-se um passado anterior à forma presente da existência, isto é, uma preexistência que seria a verdadeira.

Anotações sobre Fernando Pessoa
A Vivência do Tempo
O anterior, eternidade do passado

Encontra-se também com frequência vagas suspeitas percepções incompletas da realidade remota
que aponta uma plenitude.

O tom elevado, vocabulário culto, a maiúscula em desigual, o ritmo amplo, compassado e a calma
impertubável com que toda a composição se desenvolve, inculcam  o sentimento da nobreza da realidade superior de que o poeta sente hoje a imagem infiel, a saudade imperial."

Apoiado na tradição platônica ou em indicações esotéricas, a inquietação da eternidade permite
antever esperança para a vida, que tantas vezes parece sem solução.

O poeta é alguém que o sujeito sente em si, como que ultrapassando-o infinitamente, de origem divina.
Alguém que está muito para além da vida de inércia  e de abulia  em que se afunda.
Alguém que está ligado à vida, que também a sofre, que a transcende e a transpõe.

Anotações sobre Fernando Pessoa - A Vivência do Tempo

Anotações sobre Fernando Pessoa
A Vivência do Tempo

Carpe Diem
representa a eternidade do presente

" A chuva é miúda e vazia...
  A hora sabe a ter sido."

A substantivação do verbo revela a análise intelectual
e acentua a idéia de passado de modo habitual

" E assim a Hora passa metafisicamente."

A Hora Absurda é o primeiro exemplo e o próprio título encerra a idéia de poesia.

Conceitua o sentido de poesia.

Na sua poesia, faz-se referência a coisas que não existem, e tais elementos
se tornam coeficientes da realidade:
- condicionadas
- hipóteses
- desejo

À propósito de D.João - o primeiro -

" O homem e a hora
   são um só
  Quando Deus faz
  e a história é feita."

A realidade, para Fernando Pessoa, seria a realidade do momento;
não necessariamente a recusa do futuro,
mas a resignação.

Para Fernando Pessoa
" A natureza é só uma superfície. "

" Porque me falta a simplicidade divina
de ter sido só o meu exterior. "

Para Fernando Pessoa, arealidade é a ausência de cuidados no futuro.
Não se tem ambições, nem desejos.
Esse bucólico consiste na negação do tempo.
O passado e o futuro quase não existem.
O presente vem a ser um tempo da sensação.
Logo, para Fernando Pessoa, a realidade é confinada ao presente.
Quando F. Pessoa discursa sobre a realidade há uma análise.
F. Pessoa se refere ao tempo com letra  T (maiúscula) em relação a sua intensidade.
Assim como o Mar.  ( letra M  -  maiúscula )

O paradoxo desfaz-se facilmente:
O eterno retorno é o tempo da Natureza mas o tempo humano é sempre
o eterno devir alheio e irreversível.

Alberto Caeiro não afirma a ausência de inquietação temporal apenas através do eterno retorno.

A declaração de ser sempre igual a si mesmo, invulnerável à usura do tempo, tem no contexto da poesia pessoana  um sentido quase provocatório, tal como a total ausência de angústia.

Fernando Pessoa só admite o tempo objetivo, o tempo cósmico; e não o tempo humano, o tempo subjetivo.

" Passo e fico, como o Universo."

No tempo cósmico, o tempo da  natureza, o passado ( como o futuro ) parece não existir.

Fernando Pessoa, sentindo-se separado, perdido do que fora no passado, e inteiramente
desinteressado do futuro; o tempo surge como uma sucessão, um tanto absurda, de instantes
sem relação aparente uns com os outros.
Na medida em que o poeta sentia uma utopia, e na medida que a anuncia, antevê um paraíso futuro
imaginado como um estado final de perfeição, não sujeito já a evolução do tempo, mas visto como
alguma coisa de inacabado. O termo de toda uma longa caminhada, e parece encontrar aí a aspiração, ainda que inconsciente, à eternidade situada nos tempos que hão de vir.

" E assim a hora passa/ Metafisicamente."
( Letra M maiúscula ) intensidade

O intelectualismo de Pessoa funciona como principal valor estilístico, criando imagens nítidas
para significar a ilusão.