domingo, 1 de junho de 2014

B R A S I  L
 



     O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira (13), na abertura de um congresso promovido por jornais regionais, em Brasília, que antes de assumir a Presidência da República, em 2003, a maioria dos brasileiros ficava com "migalhas". Segundo ele, os GOVERNOS ANTERIORES só se preocupavam com "um terço" da população.
     No discurso, Lula disse que o Brasil deixou de seguir países ricos como "um carneirinho".

     "O BRASIL TORNOU-SE UM COMPETIDOR  GLOBAL, E ISSO INCOMODA MUITA GENTE, CONTRARIA INTERESSES PODEROSOS. A IMPRENSA CUMPRE  RELEVANTE PAPEL DE TRADUZIR ESSA NOVA REALIDADE PARA A POPULAÇÃO", declarou.

     "Não posso aceitar a ideia de que uma economia com reserva de R$370 milhões vivendo em pleno emprego, seja uma economia frágil", afirmou.

     "Escrevem que investidores não investem, mas estamos à frente de qualquer país europeu. Dizem
que perdemos o rumo, mas esquecem que, desde 2008, quando o mundo destruiu 72 milhões de postos, o Brasil criou mais de 10 milhões de empregos", disse.

     "O QUE LAMENTO É QUE JORNALISTAS BRASILEIROS FIQUEM REPETINDO NOTÍCIAS ERRADAS, COMO BONECOS DE VENTRÍLOQUO", completou o ex-presidente, ressaltando, porém,  que continuará a defender  a liberdade de imprensa. "Mesmo quando erra, a imprensa é protagonista da sociedade democrática", afirmou.


                                                                -------------


     O potencial econômico do Brasil, Rússia, Índia, China e South Africa é tamanho que esses países
poderiam se tornar as quatro economias dominantes do mundo até o ano 2050.

     Estes países abrangem mais de 25%  de cobertura de terra do planeta e 40% da população do mundo , além de possuírem um PIB combinado (PPC) acima  de 18.000 trilhões de dólares.

     Em quase todos os aspectos, essa seria a maior entidade no cenário internacional.

     Esses quatro países estão entre os mercados emergentes de maior e mais rápido crescimento
econômico.


                                                              -------------



Existem pessoas que só gostam de falar mal...
Enquanto isso o povo não tem acesso às informações que realmente interessariam para acompanhar
o crescimento do país.
E acabam consumindo informações que só falam mal, só falam mal...
Digo, acompanhar o crescimento do país, pois o Brasil não é um país desenvolvido ou de "1° mundo", temos muito que crescer ainda... Existem muitas coisas que precisam melhorar, realmente.
A impressão que dá é que com a globalização, a geração que já cresceu  fazendo uso da tecnologia para "descobrir o mundo", acha que o brasileiro tem que viver hoje da mesma forma que o europeu ou o americano vive... E saem por aí reivindicando nem sabem direito o quê.
Somos brasileiros sim, e tenho muito orgulho disso!
Mas todo processo político demanda esforços para implementação de novas medidas que apresentarão resultados a médio e longo prazo.
Não adianta querer encontrar soluções rápidas e achar que tudo vai se resolver de uma hora para outra!
Nós, brasileiros, já trazemos conosco uma "certa" injustiça histórica.
Uma herança histórica repleta de descasos e erros.
Devemos fazer um Brasil com brasileiros, feito por brasileiros e para brasileiros.
E para tanto, todos devem contribuir para o desenvolvimento do país.
Esse desenvolvimento sócio - econômico de um país se dá através de etapas, passo a passo.
Etapas estas que seguem um planejamento, e dentro de um processo político este planejamento
tem por objetivo cumprir tais etapas para alcançar resultados.
Logo, é preciso ter elementos concretos para que se atinja de fato os resultados.
Isto não acontece "do nada"...
Mesmo porque os governos anteriores já fizeram mil "lambanças"
que essa  "geração mais nova" não presenciou,
e é preciso "refazer" muita coisa que foi mal feita!
Infelizmente, as coisas não se resolvem  da noite para o dia e há muito o povo brasileiro sofre
com tantas atitudes políticas erradas lideradas por políticos que exerceram péssimos mandatos.
Medidas políticas regadas por um neoliberalismo inoperante que ousa voltar e
destruir o avanço do país.
Devemos dar continuidade àquilo que demonstra aptidão para uma gestão política direcionada para o povo.
Há muito tempo não havia um interesse político voltado para a melhoria de condições de vida, por exemplo, no
nordeste brasileiro. E você considera que as coisas estão ruins por lá?
Sim, ainda estão. Mas com os governos anteriores fazia-se pouquíssimo,
que era um "pouquíssimo" só para constar ou efetivamente nada.
Brasil não é só Rio e São Paulo, a região sudeste e a região sul.
O Brasil é imenso! Um país com dimensões continentais.
É preciso governar para todos os cidadãos do país.
Cidadãos que residem no território brasileiro e que tem direito a uma assistência político-social que
ofereça dignidade de vida  para suas famílias.
Portanto,
vamos pensar no Brasil enquanto Brasil,
        um Brasil que tem sim, muitas falhas mas
que os brasileiros,
        mas os brasileiros que desejam o bem do seu país,
              querem ver crescendo,
                  acompanhar esse crescimento do país,
e não permitir que falácias políticas oportunistas desconstruam o que está sendo feito
  pelo Brasil!
Um Brasil que não faz PRIVATIZAÇÕES ABSURDAS, um Brasil que não vende a Petrobrás e não vai de encontro a muitos interesses mesquinhos.
O Brasil tem tudo para dar certo mas se os brasileiros não abrirem os olhos,
tem muita gente querendo tirar o que é seu e meu com falsos discursos políticos que
a gente já não aguenta mais... É sempre aquele mesmo pessoal retrógado, com ideias defasadas
e gente com mente fechada que acham que tem capacidade de governar o Brasil. Não no meu país,
porque sou brasileira. No meu país, não tem que ter uma equipe comandando a economia como
os governos anteriores faziam. Pessoal fraco que não sabiam representar o Brasil.
Gente aquela que nem sabia fazer política.

Sabe porque a atual Presidente do Brasil incomoda tanto?
Por que ela se propôs a governar para o povo, para as classes minoritárias.
Porque na sua gestão ela tem demonstrado competência, capacidade e equilíbrio que um verdadeiro líder político deve ter.
Porque a sua postura e altivez enquanto chefe de governo apresenta credibilidade, inteligência e força política.

Sim, o atual governo, governado por Dilma Roussef , a representante maior da política nacional,
a política que é feita no meu país,
 é motivo de orgulho sim,
pois sabemos que no governo temos alguém que tem sensibilidade política
para comandar um Brasil que "é de todos" e não um Brasil que é governado por gente
que quer fazer da política ,usando o país, um lugar onde seus interesses mesquinhos sejam atendidos
e garantir a sobrevivência de uma elite muito pouco inteligente  que insiste em que querer "enrolar"
o eleitorado com suas "velhas" maneiras de ludibriar.
Não adianta querer enganar o povo durante muito tempo...
O Brasil está crescendo e precisa continuar crescendo e merece continuar crescendo!
E os brasileiros devem dar esse direito a eles mesmos!
É preciso que o brasileiro acompanhe o crescimento do seu país!
Quando o país cresce, o povo está crescendo junto!

É bem provável que apontemos falhas aqui, ali e acolá ... Fazer política requer atenção
máxima para identificar os erros e corrigi-los.
Acredito na política?
Acredito que imbuídos por vocação política, os bons governantes de um país podem e devem
se empenhar para realizar uma gestão  que prime pelo bem-estar da população.
E acredito que dentro de um entendimento político podemos exercer  o direito de votar
e escolher o que queremos, no que acreditamos e eleger nossos candidatos.

Espero, confiantemente, que cada brasileiro, ao exercer sua cidadania  não seja alvo fácil de
discursos que insistem em desconstituir o que é política por política ou política para o povo.
Existe a política que é feita só para ter o poder de volta
e a política que é feita, digamos numa perspectiva ideal...
   uma política que é feita para o povo.
Mas a política, ainda que dentro do jogo político, ela deve ser feita para atender aos cidadãos do país.
Uma política feita para ver seu povo com uma boa qualidade de vida.
Uma classe média forte.
Uma população que tenha acesso a  educação, prioritariamente.
Direito a saúde, segurança, cultura e lazer.
Enfim,
 que o país seja governado por aqueles que se lançam na vida política sob a honrosa missão
de fazer com que os cidadãos do seu país  sejam respeitados, valorizados e sobretudo se sintam
verdadeiramente cidadãos e saibam que fazem parte do seu país!

Vamos crescer juntos!
É isso que os brasileiros desejam e este deve ser também o real interesse daqueles que desejam governar
o país!

Nunca vou deixar de acreditar no potencial do Brasil e naqueles que são verdadeiramente brasileiros!

Com carinho,
Erica







Nenhum comentário:

Postar um comentário